Abril 2020 - o que fazer em Paris?

A cada mês garimpamos nos principais sites, mídias e publicações o que de mais interessante acontece na cidade-luz e trazemos pra você um pequeno apanhado dos melhores programas de Paris. Aproveite!


Principais fontes consultadas: Time Out Paris, Paris Zig Zag


Man Ray et la mode

De: 09/04 a 26/07

Onde: Musée national du Luxembourg, Odéon

Preço: Grátis a 13 euros

Site do local: www.museeduluxembourg.fr

Man Ray veio para Paris no começo dos anos 20, onde o americano começou a fotografar para revistas e estilistas. Imerso no movimento surrealista, ele desenvolveu e aperfeiçoou técnicas revolucionárias. Esta exposição parisiense será o elo entre duas retrospectivas realizadas no ano passado em Marselha, mostrando as fotos de Man Ray e peças de moda.



Révolutions. 1966-1970, cinq années qui ont changé le monde

(Revoluções. 1966-1970, cinco anos que mudaram o mundo)

De: 22/04 a 23/08

Onde: Grande Halle de La Villette, Jaurès

Preço: De 5 a 18 euros

Site do local: lavillette.com/

Em cinco anos, o mundo inteiro mudou de cara com grandes golpes: de sutiãs queimados, a ampla utilização de LSD. É essa efervescência em todos os estratos da sociedade e esse clima revolucionário único que o Grande Halle de la Villette destacará com as Revoluções. 1966-1970, cinco anos que mudaram o mundo. No manifesto da exposição, descobrimos 400 trabalhos que abordam tanto moda, cinema, design e principalmente música, porque andaremos por aí usando um fone de ouvido tocando uma trilha sonora de acordo com sua localização geográfica.

Man Ray et la Mode

De: 09/04 a julho

Onde: Musée du Luxembourg, 6e arrondissement

Preço: De 9 a 15 euros

Site do local:

museeduluxembourg.fr/expositions/man-ray-et-la-mode

Explorando pela primeira vez o trabalho de Man Ray do ponto de vista da moda, a exposição destaca seu trabalho para os maiores estilistas - Poiret, Schiaparelli, Chanel - e as maiores revistas - Vogue, Vanity Fair e Harper's Bazaar. Enquanto a fotografia de moda ainda gaguejava, Man Ray desenvolveu uma estética nova e moderna, feita de inventividade técnica, liberdade e humor. Suas experiências e piscadelas surrealistas obscurecem as linhas entre arte e moda e fazem dele um dos inventores da fotografia de moda contemporânea.

2 visualizações