ok - A história da Tarte Tatin

Esta sobremesa cruzou todas as fronteiras e atualmente está inscrita como patrimônio imaterial da Unesco. Se cada um tem sua versão da receita, para uma verdadeira Tatin são necessários 1,5 kg de maçãs, 80 g de manteiga e 120 g de açúcar para respeitar a fórmula das irmãs Stéphanie e Caroline Tatin.

No final do século XIX, o hotel Tatin é frequentado por caçadores. Stéphanie e Caroline, duas irmãs, tomam conta do estabelecimento. Uma das irmãs, ao preparar a tradicional torta de maçãs, esqueceu de colocar a massa na forma, sob o recheio de maçãs. Ao se dar conta de seu esquecimento, se apressou em cobrir o recheio com a massa, nascendo assim a famosa torta.

Hoje, as duas irmãs ainda tem admiradores. Com medalhas em forma de tarte tatin ao redor do pescoço, eles defendem ardentemente a herança das irmãs: “Essas senhoritas deixaram um grande legado. A tarte tatin é conhecida por toda a França, por toda a Europa e no mundo inteiro”, conta Jean-Claude Cousin-Martin, grão-mestre da Confraria Lichonneux da Tarte Tatin.

Um patrimônio e legado levado muito a sério, para benefício de todos nós! Assim, caso você nunca tenha experimentado, aproveite sua próxima viagem a Paris para fazer um tour pelas deliciosas pâtisseries de Paris para provar e eleger a melhor tarte tatin. Um desafio delicioso, não?!

0 visualização