A história da bandeira francesa


Símbolo de uma nação, a bandeira francesa "azul-branca-vermelha" é o resultado de uma história igualmente única e fascinante: se a tricolor nasceu depois da Revolução Francesa de 1789, os eventos explicando sua origem não são completamente compreendidos.


A bandeira francesa tem suas origens na Revolução Francesa de 1789. A unificação do branco com as cores azul e vermelha se faz nesse momento-chave da história da França. Naquela época, Paris e seus habitantes são simbolizados por um medalhão azul e vermelho, enquanto o branco era a cor do exército francês durante vários séculos.


A tomada da Bastilha (famosa prisão em Paris) pelo povo, em julho de 1789, marca o fim da monarquia e o início da República Francesa. Em 17 de julho, o rei Luís XVI foi a Paris para reconhecer oficialmente a nova Guarda Nacional. Neste momento, ela é composta por cidadãos comuns responsáveis pela manutenção da ordem na cidade. O Rei içou o distintivo azul e vermelho e Lafayette, comandante da guarda, havia acrescentado o branco real naquele momento. Essa unificação é o símbolo de uma monarquia que termina, deixando espaço para a República. A partir desse momento, o povo é chamado a participar na tomada de decisões importantes que afetam o país, o que é considerado "boa para todos".


Em 1794, a bandeira francesa toma sua forma final e a ordem das cores foi sugestão do pintor David, que propôs anexar a cor azul ao mastro.

No entanto, a tricolor foi ameaçada de desaparecer permanentemente e repetidas vezes. Ela desaparece com o retorno da monarquia entre 1814 e 1830 sob os reinados sucessivos de Luís XVII e Charles X. Em julho de 1830, os republicanos empunham a bandeira tricolor para mostrar a sua revolta contra Charles X.

Em 1848, as pessoas retornam a bandeira vermelha da revolta e esperam que ele se torne a nova bandeira da República.

É necessário esperar até 1880, isto é, a Terceira República, para as três cores emergirem como símbolo unânime da França. Repleta de história, a bandeira tricolor é o único emblema oficial da França definido pelo artigo 2 da Quinta (e atual) República Francesa.



A bandeira francesa está presente em todos os edifícios públicos, como prefeituras ou a Assembleia Nacional. Ele também aparece em cada intervenção pública do Presidente da República e nas cerimônias oficiais nacionais, particularmente em memória das duas guerras mundiais (11 de novembro e 8 de maio).

0 visualização