ok - Autênticas histórias urbanas


Todos adoramos as dicas dos insiders, locais, habitantes de Paris que sabem como ninguém os segredos e curiosidades de determinada região da cidade. Parece que estamos tendo acesso à informações exclusivas, que mais ninguém teria, nem com o melhor dos livros, e agarramos a oportunidade com unhas e dentes, não é mesmo?

Há muitas opções de percursos a pé conduzidos por esses locais para explorar as histórias veladas de Paris, mas hoje gostaríamos de apresentar a vocês duas pessoas em especial e seus passeios maravilhosos!


guias-urbanos-paris

Que tal conhecer Belleville e o Canal Saint-Martin, redescobrindo essa região com Antonio, que oferece uma caminhada com as cores de Paris? Ou então, acompanhar Claude e caminhar pelas rotas dos funcionários das antigas fábricas do faubourg Saint-Marcel até o Butte aux Cailles? Isso tudo sem um custo fixo, ou seja, você pode pagar o quanto quiser, e se quiser!


Como é possível? Quem são essas pessoas que oferecem seu tempo e conhecimentos assim de forma tão generosa?


Pois essa é a proposta de trabalho da l´Alternative Urbaine, uma associação de inserção social e profissional que emprega pessoas em situação precária, sem abrigo, utilizando formas de inclusão inovadoras, associando a cultura e o turismo.


A intenção não é formar guias profissionais, mas utilizar as caminhadas urbanas como apoio pedagógico e de remobilização para as pessoas que estão afastadas de um emprego formal. Assim, a empresa organiza passeios originais e conviviais por Paris conduzidos por pessoas em inserção, os "Guias Urbanos" a fim de permitir a um maior número de pessoas de (re)descobrir bairros parisienses de forma autêntica.


balades-alternative-urbaine-paris

Ao invés de ouvir "uma moedinha, por favor, eu estou com fome...!" e continuar nosso caminho, um pouco embaraçados e desconfortáveis enquanto fingimos que não vemos a pessoa que está nessa situação, podemos efetivamente contribuir para sua emancipação e conhecer Paris com as melhores dicas!


Afinal, eles conhecem a cidade melhor do que os livros, eles viram as estalagens se iluminar pela manhã, os floristas chegarem com os braços carregados de girassóis, a cidade se preparar para mais um dia como se fosse assistir ao despertar do rei.


Como mencionado, o valor dos passeios é livre, cada um contribui com o que achar justo. Para fazer a reserva, basta acessar o site alternative-urbaine.net

Porém, já avisamos que todas as visitas para o mês de março estão lotadas!


Nós achamos essa iniciativa genial e inspiradora, um ótimo exemplo a ser apoiado e seguido em outras cidades! Bravo à l´Alternative Urbaine!


Fonte: My Little Paris e Alternative Urbaine

0 visualização