ok - Segurança em Paris - 4 coisas a se evitar!

Infelizmente, nem só de glamour e festa vive Paris. Como toda cidade grande, tem seus problemas de violência, ainda que bem menores do que os que estamos acostumados. Contudo, viajantes tendem a ser mais relaxados e às vezes ingênuos. Por isso, alguns cuiddos e atenção podem prevenir muita dor de cabeça e aborrecimento.


paris-dicas-segurança-táxi

Motorista de limusines nos aeroportos

Esteja atento à aproximação dos motoristas de limusines enquanto espera seu táxi no aeroporto. Eles irão dizer que cobram o mesmo valor que o táxi, mas ao final, chegando no seu destino, eles irão cobrar bem mais, o que é ilegal. Eles não chegam a ser perigosos, apenas não é uma boa ideia.... Muitos são motoristas particulares, outros simplesmente não tem licença de táxi nem tampouco seguro. Assim, para não começar sua viagem se aborrecendo, pegue o táxi comum, mesmo.


paris-dicas-segurança-pickpockets

O golpe do “do you speak english”

Paris é uma cidade grande e relativamente segura. Como em qualquer outra grande cidade, você pode cruzar o caminho de batedores de carteiras, pedintes de todos os tipos e, obviamente, golpistas. Alguns vão se aproximar dizendo “do you speak english?” e serão amigáveis, começarão a contar sua triste história e acabarão pedindo dinheiro.

Outro golpe muito conhecido é o do “Você derrubou o anel” muito conhecido como o golpe do anel. Nesse golpe, a pessoa irá lhe mostrar um anel que parece ser valioso. Enquanto você se ocupa em analisar a peça e dizer que não perdeu nada, um parceiro irá chegar totalmente desapercebido e irá lhe roubar metendo a mão em seu bolso ou bolsa tão rápido que você nunca iria notar. Ou então a pessoa irá fazer uma cena e lhe acusar de a estar roubando para que você só consiga se livrar dela ao lhe dar dinheiro. Assim, esteja atento a sua volta e mantenha sua bolsa sempre junto ao corpo.


paris-dicas-segurança-areas-perigosas

Áreas perigosas

Certas partes da Rue St. Denis, a poucos quarteirões do Centro Pompidou podem ser um pouco arriscadas. Há um bom número de prostitutas e viciados em torno de lá. O mesmo vale para as ruas laterais ao redor da Place Pigalle, descendo a colina de Montmartre (até a colina é tranquilo). Nada que nós brasileiros que moramos em grandes cidades devemos nos preocupar muito, mas não são certamente lugares para se passear com a família. Você também deve evitar caminhar à noite no Boulevard Barbes, no Forum des Halles e pelas margens do rio Sena. A maioria dos subúrbios de Paris são seguros o suficiente, mas não vá para St Denis, La Courneuve, ou Mantes-la-Jolie, a menos que você queira ver como é um gueto francês.


paris-dicas-segurança-metro

Cuidados no metrô

atenção no metrô, nunca abrindo carteira ou bolsos. Os pick-pockets estão sempre atentos. Muitas vezes, quando o metrô avisa através do sistema sonoro para ter cuidado com a carteira, uma das nossas primeiras reações é passar a mão no bolso onde ela está para nos certificarmos que ela está conosco. Essa é a deixa que os ladrões precisam para saber onde roubar! Nunca aceitem ajuda de estranhos.

Lembre-se de viajar com uma cópia de seu passaporte, nem que a cópia fique guardada digitalmente em seu email ou dropbox, e de ter anotado o endereço do consulado do Brasil. Uma amiga se distraiu no metrô em seu último dia em Paris e quando notou, sua bolsa estava aberta e sua carteira havia sido levada! (Detalhe: seu passaporte estava dentro da carteira!!!). Alguns segundos de pânico e ela viu a menina que a havia roubado ainda dentro do metrô. Ela foi atrás da assaltante que, quando confrontada, jogou a carteira no chão e fugiu. Esse caso terminou bem, porém, é melhor tomar todo o cuidado para evitar problemas.


Fonte: French today

Fotos: Pinterest

173 visualizações