ok - A manifestação em Paris continua


Hoje completa uma semana do ataque terrorista ao jornal francês Charlie Hebdo e as vendas da edição logo após o ataque tiveram uma repercussão tão grande que filas enormes se formaram por toda Paris para as pessoas comprarem seu exemplar.


Foram produzidos 5 milhões de exemplares e tudo se esgotou rapidamente ainda na parte da manhã! Uma nova tiragem será colocada à venda na sexta-feira para atender aos que ainda ficaram sem sua cópia.


Podemos entender dessa busca frenética pela edição do Charlie Hebdo como uma resposta de Paris à liberdade, como se a cada exemplar vendido ficasse registrado o manifesto de que “ninguém tira minha liberdade”. Dessa forma, esta seria mais uma forma de protesto, a exemplo da manifestação histórica do último domingo, em que cerca de 4 milhões de pessoas de várias nacionalidades, religiões e etnias marcharam pelas ruas de Paris.


Paris ainda pode ser alvo de outros ataques, como já foi tantas vezes no passado (recente e remoto), mas isso não quer dizer que o medo deve se generalizar e viagens e passeios serem cancelados. Devemos aproveitar a oportunidade para refletir sobre nossos erros e acertos enquanto raça humana e lembrar que a vida continua.

0 visualização